O tal de copinho?


Oi frescas tudo bem?


Vocês já devem ter visto o alvoroço da internet por causa desses copinhos, os coletores menstruais. Várias mulheres estão compartilhando suas experiências com o coletor e eu vim aqui compartilhar a minha humilde opinião sobre o copinho.


Eu NUNCA havia usado absorventes internos, tenho traumas com meus ciclos menstruais desde os 12 anos, eu sempre usei o absorvente comum, ou como uma tia diz "os travesseiros" rsrsrsrsrrsr... Sério, sofrimento define.

Vou ser super honesta no meu relato, para que vocês possam ter suas opiniões antes de comprar o produto.

O coletor

Primeiramente explicando do que se trata: O coletor menstrual serve como o próprio nome diz para coletar a menstruação, ele tem esse formato de taça e pode ser de várias marcas e tamanhos, o formato em geral é parecido em todas as marcas.

O meu comprei no site de Fleurity, junto com uma amiga. Nós realmente estávamos muito curiosas para testar o coletor, o modelo que escolhi pra mim é o copinho maior, indicado para mulheres que já tiveram filhos.
Tipo 1Recomendado para mulheres com mais de 30 anos ou que já tenham filhos. Ele possuí 46mm de diâmetro. Tem capacidade total de 28 ml. Tamanho: 82mm.
O coletor é feito de silicone maleável, a parte mais rígida é no aro do coletor, o restante é maleável, ele possui um cabinho e no meu segundo ciclo eu cortei pois realmente é um cabinho longo e causa um certo incômodo, pois o coletor não fica completamente inserido, o propósito do cabinho é auxiliar na retirada, porém na prática não ajuda muito.

Como utilizar

No site da marca existem várias instruções de uso, no youtube também tem videos específicos ensinando como inserir o copinho e retirar, parece relativamente simples, mas considerando que muitas mulheres não conhecem direito o próprio corpo talvez tenham um pouco de insegurança para utilizar as primeiras vezes.

O coletor, deve ser inserido no interior da sua vagina e ficar aberto na entrada do colo do útero (não é necessário que você insira ele lá no fundo) basta que fique completamente dentro o suficiente para se abrir e fazer um vácuo.


Existem várias dobras pra inserir o coletor, eu testei todas e pra mim a melhor é o formato diamante:



É importante testar todas e encontrar a que melhor funciona pra ti, o mesmo vale para as posições, sentada, de cócoras, em pé... Você realmente vai ter que testar até encontrar o jeito certo.

Copinho não é feito pra quem tem nojinho do próprio corpo ou do sangue, portanto mulherada, empodere-se e conheça seu corpo e principalmente respeite o seu sangue, ele não é sujo e definitivamente não fede como muita mulher erroneamente fala.

O mal cheiro causado durante a menstuação é proveniente do uso de absorventes de algodão e do contanto do sangue com o ar, isso causa o mal cheiro, ao usar o copinho você verá que seu sangue não tem cheiro algum.

Depois de achar a dobra melhor certifique-se que ao inserir o copinho ele se abriu e se encaixou formando o vácuo dentro da sua vagina, não se preocupe se vazar nas primeiras vezes é normal até você se adaptar.

Para retirar, você precisa inserir o dedo e tirar o vácuo, puxando lentamente para o copinho sair, jogue o sangue na privada e lave seu coletor, insira novamente e seja feliz.

O coletor pode ficar até 12 horas, mas pra mim que tenho um fluxo bastante intenso deixo no máximo quatro.

Adaptação

Definitivamente não me adaptei nem no primeiro, nem no segundo ciclo mentrual. Demorei para encontrar o jeito correto de inserir, retirar, o tempo máximo de uso e confesso que quase desisti no segundo ciclo, pois realmente não estava rolando.

Vazou bastante, incomodou um pouco e doeu em algumas tentativas de retirada.

Cortei o cabinho e achei que ia melhorar, foi aí que no meus 28 anos descobri que não conheci direito o meu corpo, descobri que o colo do útero pode estar mais alto ou mais baixo e tive a sensação muito próxima de que o coletor iria se perder lá dentro kkkkkk.

Continuei tentando e neste último ciclo deu certo.

Como falei o meu fluxo é bastante intenso, ou como minha mãe diz: Um dilúvio todo mês. Nos primeiros dois dias de ciclo, o copinho enche todinho tranquilamente umas três vezes no dia (sim eu sabia que era bastante pela quantidade de absorventes que eu usava mas não achei que era tanto).

Tive que usar uns dois absorventes comuns de apoio, pois ainda vaza um pouquinho. A noite pra mim é o mais tranquilo, com certeza infinitamente mais confortável para dormir.

Não tive a redução de cólicas, nem diminuição no fluxo, ainda é como antes, mas a minha qualidade e liberdade nesse periodo do mês está muito melhor.

Indico ou não?

Sim, indico para todas as mulheres que amam e respeitam seus corpos sem nojinhos e tal, o coletor com certeza é uma experiência libertadora, sem falar que o seu gasto com absorventes e todo aquele lixo some.

Usar o coletor também é uma forma de conhecer seu corpo, saber onde fica o seu colo do útero, e se tocar, coisa que infelizmente é um grande tabu pra muitas mulheres.

Porém, não se engane achando que vai ser mil maravilhas e a maior praticidade. Usar o coletor na tranquilidade do seu banheiro em casa é uma coisa, mas pra maioria das mulheres que trabalham e ficam muitas vezes fora o dia todo, pode ser bem desconfortável, além do que você terá que levar sempre uma garrafinha de água para  o banheiro pra lavar seu coletor.

Acredito que realmente precisa uns três ou quatro ciclos pra se acostumar ao copinho, mas que depois que pega o jeito vai embora...

Não abro mão de usar ele a noite, pra dormir, é outra vida.

Enfim, é isso, essa foi minha experiência com o coletor, espero que ajude vocês que estão pensando em usar também

Beijoss!

          FACEBOOK           |           TWITTER          |            INSTAGRAM          
GOSTOU? Compartilha!


0 comentários

Obrigada por comentar, sugestões e opinões sempre são bem vindas! Se você também tem blog, deixa o link vou adorar conhecer!!