Maketerapia: Vaidade e Futilidade



Oi amigos e amigas!

Faz um tempo que eu mesma descobri algo que me fez mudar de opinião sobre a forma como eu via a questão da vaidade e da futilidade.

Eu passei por um longo período complicado na minha vida, chamado depressão, mas eu não vou falar sobre os sintomas e tratamentos dessa doença nesse post, pode ser que em um outro momento eu fale sobre isso, numa postagem exclusiva sobre o assunto. Durante esse período eu descobri algumas coisas e mudei muito a minha opinião sobre o assunto futilidade.

Eu tinha uma opinião bem preconceituosa sobre os blogs de maquiagem e dicas de beleza, pra mim (na época) todos eram fúteis e sem propósito e as blogueiras eram pessoas sem outro assunto mais profundo pra escrever, bem, ainda acho que existam blogueiras e blogueiros assim, só que em todos os tipos de segmentos de blogs e não apenas nos blogs de moda, beleza e cosméticos.

Durante o meu tratamento, passei por um período de autoestima bem pra baixo, aquela coisa de se sentir feia, de não ser aceitar, de achar que as pessoas me detestavam, tudo isso... Então eu descobri vários blogs que me ajudaram a perceber de uma forma diferente essa questão da vaidade, eu descobri a  "maketerapia".

A verdade é que toda mulher é um pouquinho vaidosa, nem que seja, assim só de passar um batonzinho, claro, a gente nem sempre tem o tempo de se produzir, o dia-a-dia é muito corrido, só que o ato de se maquiar, ajeitar o cabelo, se perfumar vai bem além de um ato fútil pra se exibir, é uma demonstração de carinho para consigo mesma, é ser afetuosa com a sua aparência e principalmente com a sua alma, é bem diferente de ser fútil.

Claro, tem dias que não tenho um minuto sequer pra um ritual de beleza, mas quando eu posso faço questão de cuidar um pouquinho de mim mesma e isso não é egoísmo não. Hoje eu entendo que quando uma mulher procura se vestir melhor, ou usar maquiagem ela não está se importando tanto com a opinião alheia, na verdade ela está tratando de si mesma, afinal ninguém precisa provar nada pra ninguém, maketerapia é algo bem mais complexo que simplesmente se exibir, é cuidar do ego e do coração.

Por tanto tempo eu alimentei a ideia de que quando uma mulher passava tempo demais se arrumando e porque era fútil ou tinha preguiça de fazer algo "melhor", bem uma mulher muita vezes só quer se sentir bem consigo mesmo e pode estar perfeitamente realizada profissionalmente, estar feliz em todas as áreas  da sua vida, mas se não se sente bem consigo mesma é como se nada fosse o suficiente.

Se sentir bem, não é necessariamente se encaixar em algum padrão de beleza, é você aceitar a sua condição e lutar pelo que pode te tornar melhor dentro daquilo que você sonha.

Portanto, não se prenda a nenhum preconceito, julgamento ou ideia absoluta, você não precisa estar em nenhum “rótulo” pra ser feliz, basta se dar conta do quão especial você é e não é vergonha recorrer á algum cosmético de vez em quando pra se sentir mais bela, porém tente manter a tua essência é ela que vai te levar mais longe e vai te permitir alcançar seus sonhos.

Não é futilidade se sentir bem, não é coisa banal tratar bem a sí mesmo, muito menos egoísmo.

Abraço

Jeny


2 comentários

  1. Eu de tanto ouvir das pessoas q mais amava que era feia e sem graça acreditei! Mas depois de uma depressão eu passei por algo mágico. Chorei uma tarde toda estava deitada esperando a vida passar. Cochilei e juro!Acordei com uma balançada na rede e ouvi a frase nitidamente: Fique Linda!!! Nunca entendi quem disse isso pra mim, Acho que foi um anjo!!! Então curti e até hj me dou ao luxo de ser fútil! Qto na verdade estou me cuidando e me amando!!! bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que história linda Marta! Uau! Eu passei por algo muito parecido, mas também optei por afastar algumas pessoas da minha vida! Amor próprio a gente tem que cultivar sempre né! Bjoka!

      Excluir

Obrigada por comentar, sugestões e opinões sempre são bem vindas! Se você também tem blog, deixa o link vou adorar conhecer!!